Manual:Página Principal

From Gentoo Wiki
Jump to: navigation, search
This page is a translated version of the page Handbook:Main Page and the translation is 100% complete.

Other languages:
català • ‎čeština • ‎Deutsch • ‎Ελληνικά • ‎English • ‎español • ‎français • ‎hrvatski • ‎Bahasa Indonesia • ‎italiano • ‎日本語 • ‎한국어 • ‎Nederlands • ‎polski • ‎português do Brasil • ‎русский • ‎Türkçe • ‎українська • ‎中文(中国大陆)‎

Sobre o Manual do Gentoo

Introdução

O Manual do Gentoo é um esforço em centralizar a documentação em um manual coerente. Este manual contém as instruções de instalação com base na Internet e prossegue em como trabalhar com o Gentoo e Portage.

Arquiteturas

O Gentoo Linux está disponível para muitas arquiteturas. Mas, exatamente, o que é uma arquitetura?

Uma arquitetura é uma família de CPUs (processadores) que suportam as mesmas instruções. As duas arquiteturas mais proeminentes no mundo dos desktops são as arquiteturas x86 e a arquitetura x86_64 (para a qual o Gentoo usa a notação amd64). Mas existem muitas outras arquiteturas tais como sparc, ppc (a família PowerPC), mips, arm, etc

Uma distribuição tão versátil como o Gentoo suporta muitas arquiteturas. Por essa razão, você verá que nossos manuais do Gentoo são oferecidos para várias arquiteturas suportadas. Entretanto, isso pode causar alguma confusão uma vez que nem todos os usuários estão cientes das diferenças entre elas. Alguns usuários sabem apenas o tipo da CPU ou parte do nome de seus sistemas (como i686 ou Intel Core i7). Abaixo você encontrará um breve resumo das arquiteturas suportadas e suas abreviações utilizadas no Gentoo. Entretanto, a maioria das pessoas que não sabem qual a arquitetura de seus sistemas estarão interessadas principalmente nas arquiteturas x86 ou amd64.

Visualizando o Manual

Nota
A lista abaixo dá uma visão geral das arquiteturas suportadas pelos vários projetos do Gentoo Linux. É importante escolher a arquitetura correta antes de proceder com a seção de instalação associada do Manual. Certifique-se de conferir sua arquitetura da CPU antes de continuar.

Uma dica para novos usuários Gentoo: se a CPU tiver menos de cinco anos e o fabricante for Intel ou AMD, escolher o Manual AMD64 é provavelmente o caminho correto.

Nota
As arquiteturas arm e arm64 são suportadas pelo projeto Gentoo mas essas arquiteturas ainda não possuem um manual completo. Por favor veja a página Projeto ARM e o bug #534376 para maiores informações.
Manual do Alpha
A arquitetura Alpha é uma arquitetura de 64 bits desenvolvida pela Digital Equipment Corporation (DEC). É ainda utilizada em alguns servidores de medio e alto desempenho, mas essa arquitetura está lentamente caindo em defasagem. Variantes incluem: ES40, AlphaPC, UP1000 e Noname.
Manual do AMD64
Uma arquitetura de 64 bits compatível com a arquitetura x86 (e por isso conhecida também como x86_64). Foi usada primeiro pela AMD (sob o nome AMD64) e Intel (sob o nome EM64T) e é hoje a arquitetura mais proeminente nos PCs desktops de médio e alto desempenho. É também comum seu uso no segmento de servidores. Variantes incluem: AMD Athlon 64, Opteron, Sempron, Phenom, FX e Ryzen e também Intel Pentium 4, Intel Core2, Core i3, i5, i7 e alguns Atoms.
Manual do ARM
ARM é uma arquitetura de 32 bits muito popular em sistemas pequenos ou embarcados. Suas subarquiteturas variam da ARMv1 a ARMv7 (Cortex) e são frequentemente encontradas em smartphones, tablets, video-games portáteis, sistemas GPS etc. Variantes incluem: StrongARM e Cortex-M.
  • Não existe no momento manual do ARM disponível. Por favor, veja o bug #534376.
Manual do ARM64
ARM64 é variante de 64 bits para sistemas embarcados e servidores. A subarquitetura principal referida como AArch64 (também conhecida como ARMv8-A) é produzida por uns poucos fabricantes. Chips AArch64 são vistos em uma variedade de SoCs incluindo placas de desenvolvimento, smartphones, tablets, smart TVs etc. Variantes incluem: Cortex-A53 da ARM Holdings, A57, A72, A73 e Kryo e Falkor da Qualcomm.
  • Não existe no momento manual do ARM64 disponível. Por favor, veja o bug #534376.
Manual do HPPA
Referida como HPPA, a arquitetura PA-RISC é um conjunto de instruções desenvolvido pela Hewlett-Packard (HP) e foi utilizada em servidores de médio e alto desempenho até cerca de 2008 (a partir de quando a HP passou a utilizar o Intel Itanium). Variantes incluem: HP 9000 e PA-8600.
Manual do IA64
IA64 é uma arquitetura de 64 bits projetada pela Intel e usada em sua série de processadores Intel Itanium. Esta arquitetura não é compatível com a x86 ou x86_64 (ou amd64) e é normalmente encontrada em linhas de servidores de alto desempenho. Variantes incluem: Intel Itanium.
Manual do MIPS
Desenvolvida pela MIPS Technologies, a arquitetura MIPS engloba múltiplas subfamílias (chamadas revisões) tais como MIPS I, MIPS III, MIPS32, MIPS64 e outras. A MIPS é mais comum em sistemas embarcados. Variantes incluem: MIPS32 1074K e R16000.
Manual do PPC
PPC é uma arquitetura de 32 bits utilizada por muitos processadores da Apple, IBM e Motorola. São mais comumente encontrados em sistemas embarcados. Variantes incluem: Apple OldWorld, Apple NewWorld, generi Pegasos, Efika, IBM iSeries mais antigos e pSeries.
Manual do PPC64
PPC64 é a variante de 64 bits da arquitetura PPC, popular tanto em sistemas embarcados quanto em servidores de alto desempenho. Variantes incluem: IBM RS/6000s, IBM pSeries e IBM iSeries.
Manual do SPARC
A arquitetura SPARC é normalmente identificada por conta de seus fabricantes mais conhecidos, Sun (atualmente Oracle) e Fujitsu. É utilizada em sistemas servidores embora algumas poucas estações de trabalho também existam. No Gentoo, apenas CPUs compatíveis com a SPARC64 são suportadas. Variantes incluem: E3000, Blade 1000 e Ultra 2.
Manual do X86
X86 é uma arquitetura de 32 bits usada por CPUs que são normalmente chamadas de "Intel compatíveis". Ela foi, até recentemente, a arquitetura mais popular em PCs desktops. O Gentoo disponibiliza instalações para o i486 (suporte a toda a família) e i686 (suporte ao Pentium ou mais recente ou compatíveis). Variantes incluem: i486, i686, Intel Core e alguns Intel Atom.

Questões frequentes

O Manual não pode ser gerado dinamicamente para cada escolha de instalação?

Tudo é possível, mas nós optamos apenas fazer isso em um nível "por arquitetura". Outras opções, como particionamento, seleção do kernel, instalação de pacotes e outras são mais facilmente explicadas em um único documento.

Não consigo encontrar informação sobre o stage1 no Manual do Gentoo. Onde devo procurar?

Instruções para uso dos arquivos tar dos stage1 ou stage2 estão agora disponíveis na FAQ Gentoo. A instalação a partir do stage3 é o único método atualmente suportado de instalação.

Como posso ajudar a melhorar o Manual?

Sugestões, comentários ou ideias sobre melhorar o Manual podem ser enviadas para o projeto do Manual através da "Página de discussão" do respectivo artigo. A documentação é feita pela comunidade, assim, o retorno da comunidade é bem apreciado.

Tenha ciência de que a maioria das decisões tomadas durante a criação da documentação é baseada em um modelo de consenso e é impossível escrever ou estruturar a documentação de modo que todos fiquem contentes com ela.

Quem abrir discussões com o objetivo de melhorar o Manual deve ser capaz de aceitar um "não" como resposta. O "não" é usado quando acreditamos que a versão atual é benéfica para a maioria dos leitores.

De modo a rastrear problemas em aberto solicitamos a você que adicione o modelo {{Talk}} para cada discussão que abrir. Algo parecido com o mostrado abaixo é suficiente:

CODE Exemplo de discussão em aberto
{{Talk|open|date=Mar 28 2017}}

Oi, eu de forma construtiva penso que esta parte do Manual pode ser melhorada desta maneira. Aqui está um exemplo do código/texto que irá fazer a melhoria:

(insira o código ou texto a ser melhorado aqui)

Atenciosamente, --~~~~

O código --~~~~ no fim do exemplo insere uma assinatura com data quando a página é salva ou pré-visualizada. Esse código pode ser inserido manualmente ou gerado usando o botão "Signature and timestamp" na barra de ferramentas de edição. Editores do wiki referem-se a isso como "assinar uma discussão". Por favor lembre-se de assinar cada comentário feito nas páginas de discussão.