Vim

From Gentoo Wiki
Jump to: navigation, search
This page is a translated version of the page Vim and the translation is 84% complete.

Other languages:
English • ‎español • ‎français • ‎português do Brasil • ‎русский • ‎中文(中国大陆)‎ • ‎日本語 • ‎한국어

Vim (Vi IMproved) é um editor de textos baseado no vi. Ele pode ser usado através da interface de linha de comando ou como uma aplicação com interface gráfica.

Instalação

USE flags

USE flags for app-editors/vim Vim, an improved vi-style text editor

X Link console vim against X11 libraries to enable title and clipboard features in xterm
acl Add support for Access Control Lists
cscope Enable cscope interface
debug Enable extra debug codepaths, like asserts and extra output. If you want to get meaningful backtraces see https://wiki.gentoo.org/wiki/Project:Quality_Assurance/Backtraces
gpm Add support for sys-libs/gpm (Console-based mouse driver)
lua Enable Lua scripting support
luajit Use dev-lang/luajit instead of dev-lang/lua (ineffective with USE=-lua)
minimal Install a very minimal build (disables, for example, plugins, fonts, most drivers, non-critical features)
nls Add Native Language Support (using gettextGNU locale utilities)
perl Add optional support/bindings for the Perl language
python Add optional support/bindings for the Python language
racket Enable support for Scheme using dev-scheme/racket
ruby Add support/bindings for the Ruby language
selinux !!internal use only!! Security Enhanced Linux support, this must be set by the selinux profile or breakage will occur
sound Enable sound support
tcl Add support the Tcl language
terminal Enable terminal emulation support
vim-pager Install vimpager and vimmanpager links

Emerge

Se não for necessário o suporte ao X Window System, basta instalar o pacote app-editors/vim:

root #emerge --ask app-editors/vim

Softwares Adicionais

Gvim

Para instalar o Vim tanto com a interface baseada em ncurses (/usr/bin/vim) como a interface gráfica (para o X Window System - /usr/bin/gvim), instale o pacote app-editors/gvim:

root #emerge --ask app-editors/gvim

Vim-qt

Existe também uma interface experimental Qt chamada app-editors/vim-qt que pode também ser instalada.

Plugins

A categoria app-vim fornece uma boa quantidade de definições de sintaxe adicionais, plugins e outros conteúdos relacionados ao Vim.

Use emerge ou eix para obter uma visão geral dos pacotes disponíveis na categoria app-vim:

user $emerge --search "%@^app-vim"
user $eix -cC app-vim

Configuração

Arquivos

O Vim pode ser configurado para cada usuário ou através de um arquivo de configuração global, efetivo para todo o sistema:

  • /etc/vim/vimrc - O arquivo global de configurações.
  • ~/.vimrc - O arquivo de configuração local, específico para cada usuário. O til (~) significa que este arquivo está localizado na pasta do usuário.

Uso

Primeiros passos

O Vim contém um tutorial que deve durar cerca de 30 minutos do começo ao fim. Inicie-o usando o comando vimtutor:

user $vimtutor

Color schemes

About a dozen color schemes are shipped with the base Vim package. They can be listed in last line mode by typing colorscheme, then pressing either Ctrl+d or pressing the Tab key twice:

:colorscheme
blue       darkblue   default    delek      desert     elflord    evening    industry   koehler    morning    murphy     pablo      peachpuff  ron        shine      slate      torte      zellner

They can be changed in Vim by using the colorscheme (alternatively use colo) command while in last line mode:

:colorscheme peachpuff

Color schemes can be permanently applied in the .vimrc file:

FILE ~/.vimrc
colorscheme peachpuff
syntax on

The first line sets the default color scheme while the last line activates the color scheme.

Dicas e truques

Usando Vim como ex ou ed na linha de commando

É possível usar o Vim para one-liners - comandos que podem ser usados em scripts ou na linha de comando para realizar modificações de maneira não vigiada.

Por exxemplo, o comando a seguir adiciona # ao começo de cada linha no arquivo file.txt:

user $vim -c ":%s/^/#/g" -c ":x" file.txt

O que acontece é que o Vim interpreta o que foi passado como comando (através da opção -c). O primeiro comando é o comando de substituição do Vim (que é bem parecido ao do sed), o segundo é a instrução do Vim para salvar e sair do editor.

Alterar a codificação do arquivo

Para alterar a codificação de um arquivo para UTF-8. use o seguinte comando (na linha de comando do Vim):

:e ++enc=utf8

Como mostrado na dica anterior, é possível fazer isto diretamente da linha de comando:

user $vim -c ":wq! ++enc=utf8" file.txt

Veja também

  • Guia do Vim - Explica como usar o Vim em maiores detalhes.

Recursos externos