Manual:IA64/Instalação/Gerenciador de Boot

From Gentoo Wiki
Jump to: navigation, search
This page is a translated version of the page Handbook:IA64/Installation/Bootloader and the translation is 100% complete.

Other languages:
Deutsch • ‎English • ‎español • ‎français • ‎polski • ‎português do Brasil • ‎русский • ‎українська • ‎中文(中国大陆)‎ • ‎日本語 • ‎한국어
IA64 Handbook
Installation
About the installation
Choosing the media
Configuring the network
Preparing the disks
Installing stage3
Installing base system
Configuring the kernel
Configuring the system
Installing tools
Configuring the bootloader
Finalizing
Working with Gentoo
Portage introduction
USE flags
Portage features
Initscript system
Environment variables
Working with Portage
Files and directories
Variables
Mixing software branches
Additional tools
Custom package repository
Advanced features
Network configuration
Getting started
Advanced configuration
Modular networking
Wireless
Adding functionality
Dynamic management



Instalando o elilo

Na plataforma IA64, o carregador de boot é chamado elilo. Primeiramente instale o software no sistema:

root #emerge --ask sys-boot/elilo

Seu arquivo de configuração é o /etc/elilo.conf e um arquivo de exemplo é instalado no diretório de documentação (/usr/share/doc/elilo-<versão>/). Abaixo temos outro exemplo de configuração:

FILE /etc/elilo.confExamplo de configuração do elilo
boot=/dev/sda1
delay=30
timeout=50
default=Gentoo
append="console=ttyS0,9600"
prompt
  
image=/vmlinuz
	label=Gentoo
	root=/dev/sda3
	read-only
  
image=/vmlinuz.old
	label=Gentoo.old
	root=/dev/sda3
	read-only

A linha "boot" diz ao elilo a localização da partição de boot (neste caso, /dev/sda1). A linha "delay" define o número de décimos de segundos antes de dar boot automaticamente quando em modo não-interativo. A linha "timeout" é como a linha "delay" mas para modo interativo. A linha "default" diz qual é o kernel default (que é definido abaixo). A linha "append" acrescenta opções extras à linha de comendo do kernel. "prompt" define o modo default como interativo.

As seções iniciadas com "image" definem diferentes imagens de boot. Cada imagem tem um identificador, um sistema de arquivos root e diz para montar o sistema de arquivos root em modo de somente leitura.

Se, durante a compilação foi configurado um initramfs para o boot, então é necessário ajustar a configuração para referenciar a esse initramfs e dizer ao initramfs a localização do dispositivo de root:

FILE /etc/elilo.confConfiguração atualizada para refletir o uso do initramfs
image=/vmlinuz
	label=Gentoo
	initrd=/initramfs-genkernel-ia64-3.16.5-gentoo
	append="initrd=initramfs-genkernel-ia64-3.16.5-gentoo root=/dev/sda3 console=ttyS0,9600"
	read-only

Concluída a configuração, execute elilo --efiboot. A opção --efiboot adiciona uma entrada de menu para o Gentoo Linux ao gerenciador de boot EFI:

root #elilo --efiboot


Reiniciando o sistema

Saia do ambiente chroot e desmonte todas as partições montadas. Então digite o comando mágico que dá início ao verdadeiro teste final: reboot.

root #exit
cdimage ~#cd
cdimage ~#umount -l /mnt/gentoo/dev{/shm,/pts,}
cdimage ~#umount -R /mnt/gentoo
cdimage ~#reboot

Claro, não esqueça de remover o CD de boot ou o sistema irá reinicializar pelo CD em vez do novo sistema Gentoo.

Uma vez reiniciado o sistema no ambiente recém-instalado finalize com Finalizando a instalação do Gentoo.