Kernel/Remoção

From Gentoo Wiki
< Kernel
Jump to: navigation, search
This page is a translated version of the page Kernel/Removal and the translation is 100% complete.

Other languages:
Deutsch • ‎English • ‎Türkçe • ‎español • ‎français • ‎italiano • ‎português do Brasil • ‎русский • ‎中文(中国大陆)‎ • ‎日本語 • ‎한국어

Este artigo descreve a remoção de kernels antigo.

Removendo sources do kernel

Depois que um novo kernel é instalado e se ele funciona de forma satisfatória, o kernel antigo pode ser removido. Para remover as sources antigas do kernel, a opção "--depclean" do emerge (forma abreviada "-c") pode também ser usada para remover todas as versões antigas ou não utilizadas de um pacote, e.g. sys-kernel/gentoo-sources.

root #emerge --ask --depclean gentoo-sources

Verifique se não está removendo as sources do kernel em execução no momento (Ver kernel upgrade Artigo sobre como atualizar o kernel.)

Protegendo sources do kernel

Se as sources do kernel mais recentes tiverem sido mescladas e você executar "--depclean" antes de mudar para as sources mais recentes, as sources atuais serão removidas. Mas se você quiser ficar com as sources atuais, essa remoção não será desejada, porque você pode precisar das sources e.g. Para atualização de módulos externos do kernel. Portanto, é uma boa prática adicionar a versão específica do kernel ao seu @world para protegê-lo das operações "--depclean".

root #emerge --ask --noreplace gentoo-sources:3.3.8

Observe a notação de slot, usando dois pontos em vez de um traço. Cada versão do kernel será seu próprio slot.

Remover sobras do kernel

Usando eclean-kernel

app-admin/eclean-kernel É uma ferramenta simples para limpeza/remoção do kernel antigo. Ele remove tanto os arquivos do kernel construídos como os diretórios de compilação se eles não forem mais referência por nenhum kernel preservado.

Por exemplo, para manter três kernels mais recentes:

root #eclean-kernel -n 3

Remoção manual

No entanto, o Portage só remove os arquivos instalados - os arquivos gerados durante a compilação e instalação do kernel permanecem. Eles podem ser removidos com segurança.

  • Quando um kernel é construído no diretório de origem, os arquivos gerados durante o processo de compilação permanecem e não são removidos pelo Portage:
root #rm -r /usr/src/linux-3.X.Y
  • Durante a configuração do kernel, os módulos do kernel são copiados para um subdiretório em /lib/modules/:
root #rm -r /lib/modules/3.X.Y
  • Os arquivos antigos em /boot também precisam ser removido:
root #rm /boot/vmlinuz-3.X.Y
root #rm /boot/System.map-3.X.Y
root #rm /boot/config-3.X.Y
  • E por último, remova todas as entradas restantes do arquivo de configuração do bootloader.