Manual:Partes/Instalação/Ferramentas

From Gentoo Wiki
Jump to: navigation, search
This page is a translated version of the page Handbook:Parts/Installation/Tools and the translation is 100% complete.

Other languages:
Deutsch • ‎English • ‎español • ‎français • ‎italiano • ‎português do Brasil • ‎čeština • ‎русский • ‎中文(中国大陆)‎ • ‎日本語 • ‎한국어
Parts Handbook
Installation
About the installation
Choosing the media
Configuring the network
Preparing the disks
Installing stage3
Installing base system
Configuring the kernel
Configuring the system
Installing tools
Configuring the bootloader
Finalizing
Working with Gentoo
Portage introduction
USE flags
Portage features
Initscript system
Environment variables
Working with Portage
Files and directories
Variables
Mixing software branches
Additional tools
Custom package repository
Advanced features
Network configuration
Getting started
Advanced configuration
Modular networking
Wireless
Adding functionality
Dynamic management


Sistema de log

Algumas ferramentas estão ausentes do arquivo stage3 porque diversos outros pacotes fornecem a mesma funcionalidade. Agora depende do usuário escolher quais instalar.

A primeira ferramente sobre a qual precisamos nos decidir é a que provê serviço de log para o sistema. Unix e Linux tem uma história excelente de capacidade de serviço de log - se necessário, tudo o que acontece no sistema pode ser logado nos arquivos de log. Isso acontece através do serviço de log.

O Gentoo oferece vários utilitários de logs do sistema. Entre eles estão incluídos:

  • app-admin/sysklogd - Oferece o conjunto tradicional de serviços de log do sistema. É o sistema de log default e funciona bem sem precisar de configuração, o que faz deste pacote uma boa opção para iniciantes.
  • app-admin/syslog-ng - Um sistema de log avançado. Requer configurações adicionais para qualquer coisa além de gerar log para um arquivo. Usuários mais avançados podem escolher este pacote baseados no seu potencial de registro de logs; entretanto, configurações adicionais são necessárias para qualquer tipo de registro inteligente de log.
  • app-admin/metalog - Um sistema de log altamente configurável.

Outros também estão disponíveis através do Portage - o número de pacotes disponíveis aumenta diariamente.

Tip
Se for usado o sysklogd ou syslog-ng, é recomendado instalar e configurar o pacote logrotate em seguida uma vez que esses sistemas de log não oferece nenhum mecanismo de rotação dos arquivos de log.
Tip
O systemd provê seu próprio sistema de log chamado "jornal" (journal). A instalação de um serviço de log em separado é opcional em sistemas rodando o systemd e pode necessitar de configuração adicional para que o serviço syslog leia mensagens do jornal.

Para instalar o sistema de log de sua escolha, faça emerge dele e o adicione ao runlevel default usando rc-update. O exemplo a seguir instala o pacote app-admin/sysklogd.

root #emerge --ask app-admin/sysklogd
root #rc-update add sysklogd default

Opcional: Cron daemon

Em seguida o cron daemon. Embora ele seja opcional e não requerido em todo sistema, é prudente instalar um.

Um cron daemon executa comandos agendados. É muito útil se algum comando necessita ser executado regularmente (por exemplo, diária, semanal ou mensalmente).

O Gentoo oferece diversos crons daemons possíveis, incluindo o sys-process/bcron, o sys-process/dcron, o sys-process/fcron e o sys-process/cronie. Instalar um desses é similar a instalar o sistema de log. O exemplo abaixo usa o pacote sys-process/cronie:

root #emerge --ask sys-process/cronie
root #rc-update add cronie default

Se o dcron ou o fcron for usado, um comando adicional de inicialização precisa ser executado:

root #crontab /etc/crontab

Opcional: Indexação de arquivos

De modo a indexar o sistema de arquivos para obter a capacidade de localizar arquivos rapidamente, instale o pacote sys-apps/mlocate.

root #emerge --ask sys-apps/mlocate

Opcional: Acesso remoto

Para ser capaz de acessar o sistema remotamente após a instalação, adicione o script de inicialização sshd o runlevel default:

root #rc-update add sshd default

Se for necessário acesso ao console serial (o que é possível em caso de servidores remotos), descomente a seção de console serial em /etc/inittab:

root #nano -w /etc/inittab
# SERIAL CONSOLES
s0:12345:respawn:/sbin/agetty 9600 ttyS0 vt100
s1:12345:respawn:/sbin/agetty 9600 ttyS1 vt100

Ferramentas de sistemas de arquivos

Dependendo dos sistemas de arquivos usados, é necessário instalar os utilitários de sistemas de arquivos (para checagem da integridade do sistema de arquivos, criar sistemas de arquivos adicionais etc). Note que as ferramentas para gerenciar os sistemas de arquivos ext2, ext3 ou ext4 (sys-fs/e2fsprogs) já foram instaladas como parte conjunto @system.

A tabela seguinte lista as ferramentas para instalar se um dado sistema de arquivo for usado:

Sistema de arquivo Pacote
Ext2, 3 e 4 sys-fs/e2fsprogs
XFS sys-fs/xfsprogs
ReiserFS sys-fs/reiserfsprogs
JFS sys-fs/jfsutils
VFAT (FAT32, ...) sys-fs/dosfstools
Btrfs sys-fs/btrfs-progs
Tip
Para mais informações sobre sistemas de arquivos no Gentoo, veja o artigo Sistemas de Arquivos.

Utilitários de rede

Se não houver necessidade de nenhum utilitário adicional de rede, continue imediatamente na seção Configurando um gerenciador de boot.

Instalando um cliente DHCP

Importante
Embora opcional, a maioria dos usuários irá precisar de um cliente DHCP para usar o servidor DHCP em suas redes. Aproveite esta oportunidade para instalar um cliente DHCP. Se este passo for esquecido, o sistema pode não ser capaz de usar a rede tornando impossível baixar o cliente DHCP mais tarde.

De modo ao sistema automaticamente obter um endereço IP para uma ou mais interfaces usando os scripts netifrc, é necessário instalar um cliente DHCP. Recomendamos o uso do net-misc/dhcpcd embora muitos outros clientes DHCP estejam disponíveis no repositório do Gentoo:

root #emerge --ask net-misc/dhcpcd

Mais informações sobre o dhcpcd podem ser encontradas no artigo sobre o dhcpcd.

Opcional: Instalando um cliente PPPoE

Se for usado PPP para conexão à Internet, instale o pacote net-dialup/ppp:

root #emerge --ask net-dialup/ppp

Opcional: Instalar utilitários para a rede sem fio

Se o sistema for se conectar em redes sem fio, instale o pacote net-wireless/iw para redes abertas ou com WEP e/ou o pacote net-wireless/wpa_supplicant para redes WPA ou WPA2. O pacote iw também é uma ferramenta básica de diagnóstico para pesquisa de redes sem fio.

root #emerge --ask net-wireless/iw net-wireless/wpa_supplicant

Agora continue em Configurando o gerenciador de boot.