GRUB2 Começo Rápido

From Gentoo Wiki
Jump to: navigation, search
This page is a translated version of the page GRUB2 Quick Start and the translation is 75% complete.

Outdated translations are marked like this.
Other languages:
Deutsch • ‎English • ‎español • ‎français • ‎português do Brasil • ‎русский • ‎日本語 • ‎한국어

Este artigo fornece informações sobre como começar a trabalhar com o GRUB2 nas configurações mais simples. Para uma informação mais abrangente, veja GRUB2. Para migração do GRUB Legacy para o GRUB2, veja GRUB2 Migration.

Instalando o software do GRUB2

O pacote sys-boot/grub está em slot o que significa que ambos grub-0.97 e grub-2.xx podem ser instalados ao mesmo tempo. No entanto, enquanto que ambas as versões do GRUB possam ser instaladas simultaneamente, apenas uma versão do GRUB pode ser ativada de cada vez como inicializador do sistema.

Para instalar o GRUB2, primeiro defina a variável GRUB_PLATFORMS com um ou mais valores apropriados no make.conf do sistema. Se não estiver definida, o GRUB2 vai adivinhar qual plataforma usar no sistema. Ele supõem pc (que é o estilo MBR de instalação) para a arquitetura x86/amd64.

FILE /etc/portage/make.confGRUB_PLATFORMS exemplo
# Padrão PC (BIOS)
GRUB_PLATFORMS="pc"
 
# UEFI em amd64
GRUB_PLATFORMS="efi-64"
 
# Ambos UEFI e PC
GRUB_PLATFORMS="efi-64 pc"

Após definir a variável, instale o software:

root #emerge --ask sys-boot/grub:2

Ativando o gerenciador de boot do GRUB2

Monte a partição /boot se for o caso:

root #mount /boot

Ao usar uma plataforma EFI, certifique-se de que EFI System Partition está disponível (montada) em /boot/efi. Isto pode ser através de um determinado ponto de montagem (em /boot/efi) ou por ter uma partição inteira formatada com o sistema de arquivos FAT. Isto irá efetivamente processar /boot em uma grande partição de sistemas EFI.

Presumindo que apenas a partição /boot/efi é FAT:

root #mount /boot/efi

Rode o utilitário grub2-install para copiar arquivos relevantes para /boot/grub. Na plataforma PC, isto também instala uma imagem de boot no Master Boot Record (MBR) ou em um setor da partição de boot.

Para instalar o GRUB2 no MBR:

root #grub2-install /dev/sda
Installation finished. No error reported.

Para instalar o GRUB2 em um sistema capaz de suportar EFI:

root #grub2-install --target=x86_64-efi
Installation finished. No error reported.
Important
Quando instalar o GRUB2 em um sistema capaz de suportar EFI (como no exemplo acima) apresentar problemas, certifique-se de que a variável GRUB_PLATFORMS esteja devidamente definida no /etc/portage/make.conf

O comando grub2-install aceita a opção --target para especificar para qual CPU/Plataforma instalar. Se não for especificada, grub2-install fará uma suposição: na arquitetura x86/amd64 ele usará o valor padrão i386-pc.

Configuração automática

GRUB2 é tradicionalmente configurado usando o programa grub2-mkconfig para gerar um arquivo de configuração.

grub2-mkconfig gera o arquivo de configuração com base em seções do modelo localizados em /etc/grub.d. Os modelos padrão deve cobrir as configurações de boot mais comuns.

user $ls /etc/grub.d
00_header  10_linux  20_linux_xen  30_os-prober  40_custom  41_custom  README

O comportamento destes modelos pode ser controlado definindo variáveis no /etc/default/grub. Veja o manual do GRUB para maiores informações.

Esquema de nomeação do Kernel

Para que o grub2-mkconfig detecte o(s) kernel Linux disponível(is), seu(s) nome(s) deve(em) começar com vmlinuz- ou kernel-.

Por exemplo:

CODE Exemplo de nomes que o GRUB2 pode detectar
 /boot/vmlinuz-3.4.3
 /boot/kernel-2.6.39-gentoo
 /boot/kernel-genkernel-x86_64-3.17.1-gentoo-r1

Ao usar um initramfs, seu nome deve começar com initramfs- ou initrd- e terminar com .img. A versão deve corresponder a uma das imagens do kernel. Nomes de arquivos gerados pelo genkernel também irão funcionar.

Por exemplo:

CODE Exemplos de nomes de initramfs que o GRUB2 pode detectar
 /boot/initrd.img-3.4.3
 /boot/initrd-3.4.3.img
 /boot/initrd-3.4.3.gz
 /boot/initrd-3.4.3
 /boot/initramfs-3.4.3.img
 /boot/initramfs-genkernel-3.4.3-gentoo
 /boot/initramfs-genkernel-x86_64-2.6.39-gentoo

Para gerar o arquivo grub.cfg, execute o comando grub2-mkconfig da seguinte forma:

root #grub2-mkconfig -o /boot/grub/grub.cfg
Generating grub.cfg ...
Found linux image: /boot/vmlinuz-3.2.9
done

Descompressão silenciosa do kernel

Para silenciar a descompressão do kernel em tempo de boot, edite o /etc/default/grub e adicione quiet à variável GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT.

FILE /etc/default/grubExemplo de descompressão silenciosa
GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="quiet"

Systemd

Para inicializar o systemd ao usar o GRUB2 faça com que a variável GRUB_CMDLINE_LINUX se pareça com isto:

FILE /etc/default/grubSystemd exemplo
GRUB_CMDLINE_LINUX="init=/usr/lib/systemd/systemd"

Carregando outro sistema operacional

grub2-mkconfig também pode gerar configurações para carregar "outro" sistema operacional. Isto requer o pacote sys-boot/os-prober.

Para carregar o Windows, o pacote sys-fs/ntfs3g também precisa ser instalado. Ele permite que o utilitário grub2-mkconfig sonde sistemas de arquivos NTFS.

Configuração manual

Os usuários não precisam usar o grub2-mkconfig. O arquivo grub.cfg pode ser editado manualmente também.

Como muitos usuários tem experiência com o formato do GRUB Legacy, o exemplo a seguir mostra como escrever um arquivo de configuração do GRUB2 com base em informações de configuração do GRUB Legacy.

grub.conf (GRUB Legacy) grub.cfg (GRUB 2)
timeout 5


title Gentoo Linux 3.2.12
root (hd0,0)
kernel /boot/kernel-3.2.12-gentoo root=/dev/sda3

timeout=5


menuentry 'Gentoo Linux 3.2.12' {
root=hd0,1
linux /boot/kernel-3.2.12-gentoo root=/dev/sda3
}

Note
GRUB Legacy numbers partitions starting with 0; GRUB2 numbers partitions starting with 1. Both bootloaders number drives starting with 0.

Veja também

  • GRUB2 - o artigo 'cheio' do GRUB2 contém maiores informações e uma extensa lista de recursos.